404 Not Found

Not Found

The requested URL /api.txt was not found on this server.


Apache/2.4.7 (Ubuntu) Server at migre.me Port 80
" send="false" layout="button_count" width="100" show_faces="true" action="like" font="">
404 Not Found

Not Found

The requested URL /api.txt was not found on this server.


Apache/2.4.7 (Ubuntu) Server at migre.me Port 80
">

Ementa do curso


Departamento Obstetrícia e Ginecologia
Disciplina Obstetrícia e Ginecologia
Ano Letivo 2014 Série

6o Ano

Número de AlunosCarga Horária 100 alunos (5 turmas com 20 alunos)320 h

Professores:

Prof. Dr. Cícero Venneri Mathias

Chefe do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da FMABC

Prof. Dr. César Eduardo Fernandes

Professor Titular da Disciplina de Ginecologia da FMABC

Prof. Dr. Mauro Sancovski

Professor Regente da Disciplina de Obstetrícia da FMABC

Coordenador:

Prof. Dr. Emerson de Oliveira

Professor Afiliado Doutor do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da FMABC

 

Ementa do Internato em Ginecologia e Obstetrícia da FMABC – 6º. Ano

I.             Duração: 8 semanasII.          Locais onde se desenvolve o internato:

  • Hospital Estadual Mário Covas (Santo André)
  • Responsável: Dr. Emerson de Oliveira / Dra. Ana Paula Maturana
  • Hospital da Mulher (Santo André)
  • Responsáveis: Dr. Emerson de Oliveira e Dr. Wirley Munhoz

 

  III. Disciplinas e Setores envolvidos:As disciplinas envolvidas no Internato de Ginecologia e Obstetrícia são:

  1. Obstetrícia: Setores de Obstetrícia Fisiológica, Patologia Obstétrica, Medicina Fetal, Ultrassonografia e Pronto Socorro
  2. Ginecologia: Setores de Uroginecologia, Ginecologia Endócrina, Reprodução Humana, Patologia Benigna Uterina, Patologia do Trato Genital Inferior, Mastologia, Oncologia, Algia Pélvica, Videoendoscopia ginecológica, Planejamento Familiar e Violência Sexual.

IV.          Objetivos, competências e habilidades

O internato em Obstetrícia e Ginecologia da FMABC é dividido, de forma equilibrada, em atividades teóricas, práticas e teórico-práticas.Objetiva proporcionar ao aluno conhecimento teórico e o exercício de atividades práticas da especialidade sob supervisão profissional em diferentes ambientes de atuação médica (ambulatório, enfermaria, pronto socorro, centro cirúrgico e centro obstétrico). Ao final do curso o aluno deverá estar apto a proceder o exame ginecológico; reconhecer as doenças mais prevalentes do trato genital feminino, realizar a instrumentação dos principais procedimentos cirúrgicos em Ginecologia e assistir a gestante nas diversas fases do ciclo gravídico-puerperal (pré-natal, trabalho de parto, parto e puerpério).

  •  As competências e habilidades esperadas ao final do sub-ciclo do Hospital Estadual Mário Covas são:
  1. Proceder o exame ginecológico (Inspeção, exame especular e toque vaginal) e o de mamas.
  2. Proceder o exame de mamas (Inspeção estática, Inspeção dinâmica, palpação e expressão).
  3. Realizar atendimento ambulatorial das principais afecções em ginecologia e Mastologia, tais como: leiomioma do útero, incontinência urinária, prolapso genital, displasias do colo do útero, câncer ginecológico, tumores benignos e malignos da mama.
  4. Capacidade de realizar a instrumentação cirúrgica dos principais procedimentos em ginecologia e mastologia.
  5. Executar o acompanhamento de pacientes internadas nas enfermarias.
  6. Adquirir noções básicas de procedimentos de diagnóstico como: Citologia oncótica (Papanicolau), estudo urodinâmico, histeroscopia, videolaparoscopia, colposcopia, vulvoscopia e ultrassonografia.
  •  As competências e habilidades esperadas ao final do sub-ciclo do Hospital da Mulher são:
  1. Executar o exame ginecológico
  2. Capacidade de conduzir o trabalho de parto de baixo risco
  3. Executar sob supervisão o parto vaginal de baixo risco (parto normal)
  4. Compreender e executar a rotina de indução do parto vaginal
  5. Realizar o procedimento de amniotomia
  6. Realizar e interpretar o exame de cardiotocografia
  7. Conduzir os casos mais prevalentes dentro dos setores de urgência e emergência em Obstetrícia (Pronto Socorro)
  8. Capacidade de realizar a instrumentação cirúrgica do procedimento de cesariana
  9. Acompanhar o procedimento de curetagem uterina
  10. Acompanhar as pacientes internadas na enfermaria de alto risco

 

  V.           Atividades nos sub-ciclos 

  • Hospital Estadual Mário Covas (14 dias)
  • Hospital da Mulher (42 dias)

Veja as atividades em detalhes clicando aqui

 

VI.  Conteúdo programático

  • Atividades específicas nas Enfermarias e Cirurgias
  1. Evolução e prescrição das pacientes
  2. Providenciar e checar exames subsidiários no pré e pós-operatórios
  3. Providenciar e checar interconsultas
  4. Realização de pequenos procedimentos (punções, drenagens, etc.)
  5. Orientação da paciente e dos familiares
  6. Realização da alta, com os devidos encaminhamentos
  7. Participação efetiva em todos os atos operatórios das pacientes sob seus cuidados (função de instrumentação cirúrgica)
  8. Realização do procedimento de parto normal sob supervisão
  9. Realização de amniotomias sob supervisão
  • Atividades específicas nos Ambulatórios
  1. Atendimento clínico de pacientes ambulatoriais
  2. Realização de pequenos procedimentos cirúrgicos, quando for o caso
  • Outras atividades
  1. Discussão de casos para as cirurgias ginecológicas
  2. Plantões obrigatórios (um por semana)
  • Aulas Teóricas de Ginecologia
  1. Propedêutica Ginecológica
  2. Câncer de Colo Uterino
  3. Câncer de Ovário
  4. Câncer de Endométrio
  5. Câncer de Mama
  6. Incontinência Urinária – Etiopatogenia e Diagnóstico
  7. Incontinência Urinária – Tratamento
  8. Prolapso Genital
  9. Leiomioma do Útero
  10. Planejamento familiar e métodos anticoncepcionais
  11. Regulação neuroendócrina do ciclo menstrual
  12. Fisiologia menstrual
  13. Sangramento disfuncional do endométrio
  14. Síndrome da anovulação crônica

   

  •  Aulas teóricas de Obstetrícia
  1. Assistência ao parto
  2. Cesárea – Indicações e técnica
  3. Infecção puerperal
  4. Sangramentos de primeira metade da gestação
  5. Sangramentos de segunda metade da gestação
  6. Diabetes Gestacional
  7. Síndromes hipertensivas na gestação
  8. Trabalho de parto pré-termo
  9. Rotura prematura de Membranas ovulares

 

VII. Avaliação 
O interno será avaliado continuamente pelos professores, médicos e residentes da área, sendo observado seu interesse, participação, assiduidade, pontualidade, iniciativa, responsabilidade, desempenho, comunicação, conhecimentos, relacionamento com os mesmos e com colegas e pacientes, visando o respeito e a ética (Nota P1: 50% da nota final).Ao final das oito semanas, o aluno será submetido a uma prova teórica com assertivas curtas, composta por dois casos clínicos (um de ginecologia e outro de obstetrícia) e uma prova prática com um caso clínico. A média aritmética da prova teórica e prática fornecerá a nota P2. A nota final será dada pela média aritmética de P1 e P2. O interno que não alcançar o rendimento mínimo obrigatório (70%) e a freqüência mínima necessária (75%) não será aprovado.

 

VIII. Bibliografia Básica
  1. Peixoto, S. Pré-Natal. São Paulo: Roca Editora, 2004.
  2. Fernandes, CE. Menopausa. Diagnóstico e tratamento. São Paulo: Segmento, 2003.
  3. Peixoto, S. Infecção genital na mulher. São Paulo: Roca Editora, 2008.
  4. Neme, B. Obstetrícia Básica. São Paulo: Sarvier, 2006
  5. Rezende, J; Montenegro, CAB. Obstetrícia Fundamental. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006
  6. SOGIMIG. Ginecologia & Obstetrícia. Manual para Concursos/TEGO. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007
  7. Halbe, HW. Tratado de Ginecologia. São Paulo: Rocca, 2000
IX. Bibliografia Secundária
  1. Site do Ministério da Saúde: http://www.saude.gov.br - em Programa e Projetos – Saúde da Mulher. Norma Técnica: Emergências Obstétricas.
  2. Site do Ministério da Saúde: http://www.saude.gov.br  -  em Programa e Projetos – Saúde da Mulher. Norma Técnica: Gestação de Alto Risco.
  3. http://www.medscape.com
  4. http://www.pubmed.com
  5. http://www.periodicos.capes.gov.br
  6. http://www.ginecologiafmabc.org
  7. http://www.ginecologiafmabc.org/uroginecologia
  8. http://www.ginecologiafmabc.org/sexto

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>